Quem somos

A FASFI – Fundação de Ajuda Solidária Filhas de Jesus é uma organização civil, não governamental, sem fins lucrativos, fundada em 2003, na Espanha. No Brasil, apresenta-se como uma filial e conta com a participação de leigos voluntários e colaboradores, independentemente da crença religiosa. Essa fundação faz parceria com as irmãs Filhas de Jesus e busca globalizar a solidariedade.

domingo, 27 de maio de 2018

31 de maio... Celebrando vidas em missão.


31 de maio...
Celebrando vidas em missão.
   Neste dia do ano 1845  nasceu Joana Josefa que, mais tarde, assumiria
    o nome de Cândida Maria de Jesus.
A FASFI nasceu como uma faixa do grande arco-iris do apostolado social que expressa a vida-missão da Congregação das Filhas de Jesus. E esta brotou do carisma de Cândida Maria, dom de Deus acolhido no coração desta mulher, que o entregou ao mundo, para fecundá-lo até os seus confins, sem limites.
          Dia 31 de maio! Celebramos o início desta presença que seria a mediação do Espírito, para se tornar “semente na terra e vida para o mundo”.
         Com ação de graças celebramos o amor do Pai que através do Filho nos chama a todos/as, indistintamente, para continuarmos a SER sua Missão, hoje, onde quer que estejamos.
        E a FUNDAÇÃO DE AJUDA SOLIDÁRIA FILHAS DE JESUS, com a dinâmica espiritual do serviço voluntário, doando vida, tempo e habilidades, amando sobretudo os pequenos e mais necessitados , com  gestos e ações pessoais e coletivos,  nos diferentes núcleos e em diversos países, é uma expressão do amor vivido. Expressão atualizada em rede, formada por leigos/as e irmãs que se dispõem a unir as mãos e as energias, levantando os olhos para a humanidade sofrida na esperança de que, juntos, em solidariedade se possa colaborar para um mundo melhor.
      Também neste 31 de maio, o Colégio Imaculada – Leopoldina – MG abre as celebrações festivas, comemorativas do seu centenário, como espaço de educação, de cultura, de construção da fraternidade, da justiça e da solidariedade  para uma nova sociedade.
     A FASFI felicita o Colégio Imaculada que, como Comunidade Educativa, vem contribuindo para a formação de gerações e gerações, ao longo dos seus 1OO anos!.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

FASFI no mundo

O Encontro se iniciou numa clima de mística e encantamento, com a presença dos diferentes paises onde a FASFI está presente.

Segunda as palavras de Sole Mena (Gerente), o objetivo deste encontro era “sentir que Fasfi somos todos/as”.





As expectativas que foram expressas por cada participantes foram também promissoras e já apontavam para o alcance deste Encontro Internacional, a saber:
  • Poder compartilhar as experiências de cada país que se fez presente;
  • Que Fasfi rompa fronteiras;
  • Uma  Fasfi ainda mais universal
  • A relevância de se partir do local para consolidar ações solidárias
  • Necessidade de avançar, de dar passos adiante
Retomando as diretrizes principais estabelecidas no Plano Estratégico, o aprofundamento e a ênfase inicial foi dada para as Comissões de Foramação e de COmunicação que reafirmaram estratégias de ação para alcançar a FASFI onde ela está presente no mundo.

Também foi tempo de explicitar LUZE & SOMBRAS no caminho de cada local onde a FAFSI está se fazendo presença solidária

Tempo de construção coletiva de caminhos para superar dificuldades, apontando prioridades e aportes de recursos e dedicação que seriam necessários para alavancar o Plano Estratégico da FASFI e sua capilaridade no mundo.

Revisitar nossa identidade, aprofundar convicções, partilhar caminhada e aprofundar a colaboração da FASFI no mundo para constribuir na superação de injustiças foi a tônica de nosso Encontro.

Cada qual, em sintonia e aprofundando estratégias de colaboração construindo a globalização da solidariedade.



Maria José (Deka) Brant
Representante da FASFI-Brasil no Encontro Internacional


terça-feira, 15 de maio de 2018

     PROJETO  MUITAS  (  a caminho  ).... Mulheres em movimento, 
Tecendo sua Autonomia Social, Política e Econômica.  



  Continuando  e  iluminando a sua história como promotora de vida, grupos de mulheres do interior de Minas Gerais- região de São João Del Rey, Desterro do Melo e Barbacena, tiveram o primeiro seminário de formação, Seminário de Abertura do seu Projeto de Economia Solidária.
    São mulheres trabalhadoras, lutadoras, produtoras rurais que com suas lutas e buscas diárias vão tecendo a dignidade e a alegria de suas vidas, conquistando o seu espaço na economia local e da  região,  construindo uma rede de solidariedade que vai fazendo história com a participação dinâmica dos coletivos femininos.
   São mulheres que vêm participando de movimentos sociais e que vão atuando e se desenvolvendo ,não individualmente, mas coletivamente, num processo de mútua colaboração; formação na linha de gênero e de reinvindicação de direitos, lhes tem sido oportunizada por organizações como o Movimento Graal, Moradia e Cidadania e Universidades, para uma inserção mais global na perspectiva da produção e comercialização no âmbito da economia solidária.
   O evento aconteceu no dia 23 de abril em Barbacena, no Instituto Federal, onde estiveram presentes 58 mulheres. Foi um tempo intenso e fecundo, com apresentação, reflexão e debate sobre temas de muito interesse para o  desenvolvimento  na sua área de produção e formação profissional. -    “Empoderamento da mulher em contexto capitalista  e   “Código de barras” foram os temas centrais. Assessorias: Prof. Carlúcia Maria Silva, Francisca Maria da Silva e Robison Gomes. Coordenadoras: Conceição Maria do Carmo, Maria Beatriz de Oliveira e Flávia Carvalho dos Santos. 
A FASFI e as demais instituições acima mencionadas se uniram na proposta de um projeto de formação e fomento junto a mulheres do campo, dando visibilidade e potencializando comercialmente sua produção em pequena escala, que garanta a sobrevivência familiar. Possibilitar projetos locais de economia solidária através  da oferta de aporte material, formação humana, técnica e gerencial, numa dinâmica coletiva e colaborativa relacionada à produção artesanal no ramo da alimentação.

          Este Projeto avançará pelo ano 2018, com suas atividades de formação e prática nas oficinas.
 
ANO DO LAICATO, ANO DA MULHER E DO HOMEM, juntos na busca de um mundo mais humano.
                                                                                      Mais justo e solidário. Feliz para todos.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Uma reflexão e ação no mês da mulher


Foi um dia maravilhoso... Trabalhando em conjunto... opa!!! Trabalhando não, melhor dizer: aprendendo!!!! Pois foi isso que senti naquele sábado.... 

Aprendi  ensinamentos com pessoas maravilhosas, as irmãs Ana Maria e Maria de Lourde Vicari que doam o seu tempo e sua vida para uma obra social tão nobre, as voluntárias do Cepromm que doam seu tempo e as voluntárias das FASFI em que eu humildemente me incluo e que doamos um pouquinho dos nossos braços.

Acordei no sábado e fui com a ideia certa de trabalhar e quando lá cheguei  fui mudando  minha cabeça e ao final do sábado eu tive a certeza do porquê eu fui.  Aprendi sobre não julgar pelas aparências e sim pelo coração, aprendi que existe  uma maneira de viver diferente da minha (por escolha ou por desvios do curso da vida), aprendi a respeitar outras pessoas por mais diferentes  que elas nos pareçam, aprendi a respeitar outros gêneros, aprendi a respeitar outras opiniões. Eu fui para aprender.

Escutei historias alegres, observei a atenção que a Luciana despendia  à irmã Ana Maria  e o carinho com que ela deu um brigadeiro para uma criança quando soube da sua triste história. A alegria da Corina na aula de zumba que parecia uma profissional, na verdade ela é uma profissional só que  da alegria, que nunca nos deixa esmorecer , sempre nos levantando com seu bom humor, otimismo e palavras boas de se ouvir com o seu sotaque, a Fátima arrumando as roupas de criança e se deliciando brincando com  uma bebe no carrinho que lhe entregava sorrisos lindos, a Andrea e a Claudia que separavam as roupas e colocavam preços...  as risadas da Cássia vendo a irmã Ana Maria  chamar atenção, pois estavam colocando uma valor muito barato nas peças do bazar... e ela precisava de dinheiro.... claro, pois  tem uma instituição para cuidar e para quitar as contas daquele mês. A Juliana, filmando a Corina e se emocionando enquanto escutava a irmã Maria Lourde Vicari contar a historia de vida das crianças, das mulheres que ajudam outras mulheres, a emoção, alegria e satisfação dela nos contando que dois adolescentes que eram difíceis  quando crianças, que frequentaram o projeto e foram cuidados por outras famílias conseguiram emprego em uma empresa grande.

Acordei achando que iria doar o meu tempo, ao longo do dia percebi que fui aprender lições de vidas e quando fui me despedir das irmãs e elas me abraçaram dizendo o quão contente estavam com a nossa presença eu realmente descobri  o que eu fui fazer lá, em um momento não tão bom da minha vida,  eu quem recebeu amor e carinho ....  


Me senti parte de algo, me senti útil, me senti valorizada,  elevou a minha auto estima, criei novas amizades,  me senti amada  pelas pessoas que estavam lá, me senti leve, me senti feliz!!!!



                                                                                                    Andrezza Rueda Ruiz
                                                                                                    Voluntária Fasfi Campinas







quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Reinício dos trabalhos 2018 no Projeto Bom Pastor - Cidade Singer

Nesta terça-feira 20/02/2018 iniciamos com muita alegria os trabalhos de 2018 no Projeto Bom Pastor localizado na Cidade Singer.

Iniciamos mais um ano com novos voluntários, novas crianças mas o mesmo sentimento, doar um pouco de carinho e receber muito amor!







quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Missão Fasfi nas Filipinas

Que Santa Cândida esteja presente nesta experiência de missão nas Filipinas!

FASFI Campinas




quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

2º Bazar Solidário




“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me
consagrou com a unção, para anunciar a boa notícia aos
pobres. Enviou-me para proclamar a libertação aos presos,
e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os
oprimidos, e para proclamar um ano de graça do Senhor”.
(Lc 4, 16-30).

A FASFI, inspirada na missão das Filhas de Jesus  nos remete às possibilidades transformadoras do serviço solidário, encaminhando-nos para os mais nobres e sagrados valores. E com a generosa colaboração das voluntárias tudo vai se concretizando...



2º Bazar Solidário em prol da Associação Beneficente São Lucas, no município de Bragança Paulista, entidade filantrópica que atende gratuitamente crianças, jovens e adultos com necessidades especiais. Atendem em média de 206 pessoas com necessidades especiais oferecendo atendimento clínico e educacional especializado. Inserindo jovens e adultos no mercado de trabalho. 

Através deste trabalho, as voluntárias da FASFI (Fundação de Ajuda Solidárias Filhas de Jesus), poderão destinar os recursos obtidos na  compra de material para atividades em especial a deficientes visuais.

É a SOLIDARIEDADE o limite mais próximo entre Deus e os seres humanos. 

SOLIDARIEDADE é AMOR.

Somos juntos continuadores deste amor.
  




Obrigado a todos que colaboraram para a realização de mais este trabalho com tanta dedicação e carinho!


Núcleo Bragança Paulista